top of page
  • Foto do escritorNathalia Miolo

Por que não devo fazer sorteios nas redes sociais? 3 motivos para evitar essa prática.

Atualizado: 3 de jun.

Embora pareça uma ótima oportunidade de criar engajamento, gerar comentários e aumentar o númerode seguidores, os sorteios não são confiáveis e podem ter consequências graves como multas e até mesmo a perda do acesso à conta.

Mas se você me perguntar: o que eu devo fazer, se todo mundo faz sorteio? Continue lendo o texto para descobrir alternativas aos sorteios que terão um resultado muito mais efetivo.

Primeiramente, vou explicar o que caracteriza o sorteio, segundo o site oficial da Secretaria Especial da Fazenda, trata-se de uma estratégia de marketing que consiste na distribuição gratuita de prêmios com o propósito de alavancar a venda de produtos ou serviços, e/ou a promoção de marcas ouimagens, dentre outros.

Para você entender porque não é aconselhado fazer sorteios, fiz uma lista com 3 motivospara evitar esse tipo de prática:

1) Os termos do Facebook proíbem sorteios

Certamente você já deve ter visto ou marcado em alguma promoshare, não é mesmo? Além de ser uma prática desagradável, pois exige que seja feita alguma ação como curtir, compartilhar e marcar amigos, você pode ser banido da rede social.

Os termos de uso do Facebook, aquelas letras pequenas que geralmente aceitamos sem ter lido nenhuma linha, possuem uma regra em que você não pode fazer nenhum tipo de promoção, ou seja, nenhum tipo de sorteio é permitido.

Caso isso seja identificado pelos algoritmos a sua página pode receber diversos tipos de punição, entre elas a perda do acesso à conta ou a página pode ser deletada. Além disso, não existe recurso para que recuperar o acesso, ou seja, será preciso criar uma nova conta e publicar novamente todo o conteúdo, provavelmente, também irá perder todos os dados de impulsionamentos e verba aplicada.

2) É uma prática ilegal

É preciso ressaltar que no Brasil todo o sorteio precisa ter um registro no Ministério da Fazenda. Para realizar qualquer tipo de promoção de vendas, seja sorteio, vale-compras ou qualquer outra coisa você precisa se cadastrar e o processo pode levar até 120 dias.

Além disso, é necessário pagar uma taxa com uma porcentagem do valor do produto que está sendo sorteado, e a partir daí você obterá um número de protocolo. Esse dado é muito importante e deve constar em todos os meios de comunicação que o sorteio for divulgado.

No caso do Instagram, uma plataforma que também pertence à mesma empresa Facebook, os termos são outros, por isso, muitas marcas estão fazendo sorteios nessa rede social, como uma forma de burlar o sistema.

Porém, dentro das regras do Instagram está explícito que não é permitido fazer nada que seja ilegal, ou seja, contra as leis vigentes no país, estado ou cidade em que a empresa está localizada.

A maioria dos sorteios no Instagram não possuem protocolo, pois não há registro, o que torna a prática totalmente ilegal. Dessa maneira, ele pode ser denunciado para o Ministério da Fazenda e será cobrada uma multa referente ao dobro do valor do produto ou o que está sendo ofertado no sorteio. Outra consequência é a punição do CNPJ de não fazer nenhum tipo de promoção durante o ano.

3) Afeta negativamente no engajamento

Os sorteios atrapalham muito no engajamento, pois na verdade eles servem apenas para nutrir as métricas de vaidade, ou seja, aumentar as curtidas na página.

Porém, a longo prazo, acontece o efeito contrário, porque aquelas pessoas que curtiram o seu perfil ou a sua página estão ali só pelo sorteio, elas não estão ali para comprar o seu produto, conhecer o seu serviço ou empresa. No momento em que você aparece na timeline desse seguidor, ele vai te ignorar, vai só passar e não vai lembrar porque te seguia, muitas vezes vai até deixar de seguir.

Isso faz com que a plataforma entenda que o seu conteúdo não é de qualidade, passando por ele sem ler, fazendo com que isso diminua o alcance orgânico.

Usando a tradicional fórmula de cálculo de engajamento é possível observar a queda brusca que um sorteio pode acarretar. Observe: Interações x 100 / quantidade de seguidores, provavelmente se você tiver mais seguidores que interações o engajamento será baixíssimo.

Uma vez que essas pessoas não engajam, não comentam e nem curtem suas outras publicações, isso faz com que diminua a potencialidade da rede, e reduzindo todo o trabalho que você está tendo para alimentar essa rede, para te posicionar e vender.

Qual a melhor solução e alternativa para os sorteios?

#DicadaNath: [1] sempre quando um cliente da Gatto pede para fazer sorteio eu apresento alternativas de chegar no mesmo objetivo por outros caminhos. É preciso pensar na comunicação integrada com outros tipos de plataforma fora do digital ou usando interações com o Google Ads ou até mesmo dentro do ponto de venda.

Existem muitas formas de aumentar seguidores e conquistá-los para que sejam fieis, e sigam a sua marca porque elas realmente queiram isso. Tudo isso vai melhorar a sua presença de marca, os anúncios ficarão muito mais baratos e o melhor, você vai atingir o objetivo que quiser.

O sorteio vai fazer você ter mais números, mas só vão te atrapalhar e só vão alimentar as métricas de vaidade. Porque, efetivamente, em vendas e receitas não vai mudar muito.

Quer ler mais sobre o assunto? Confira as fontes e leituras complementares:

https://www.4oito.com.br/noticia/sorteios-em-instagram-e-facebook-sao-ilegais-33320

https://chcadvocacia.adv.br/blog/como-fazer-sorteio-no-instagram/

https://canaltech.com.br/legislacao/o-que-as-pessoas-nao-sabem-sobre-promocoes-comerciais-no-instagram/

https://carolinebs3997.jusbrasil.com.br/artigos/901794014/o-que-a-lei-diz-sobre-sorteios-em-redes-sociais-como-instagram-e-facebook

23 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page